Consultas particulares: como trazer novos pacientes?

O Consultório do Futuro
13 de setembro de 2018
Exibir tudo

Consultas particulares: como trazer novos pacientes?

Você médico deve se deparar diariamente com esta dúvida, certo? Já conversou com a sua secretária e perguntou quantos pacientes ligam para o seu consultório, perguntam o preço da consulta e acabam não marcando? Será que isso acontece apenas por causa do preço?
Quando se trata de preço de consulta são muitas questões que devem ser consideradas. Primeiro é entender a diferença entre PREÇO e VALOR.

Alguns pacientes ligam, ouvem o seu preço e marcam a consulta. Estes já iriam marcar de qualquer forma, eles já estavam prontos para isso. Já estavam decididos, já entendiam do que precisavam e pronto. Isso não é um problema. Sempre vão existir essas pessoas, e se você só quer atender a essa parcela do mercado, está tudo bem.

Agora, se você quer que outros pacientes também marquem consultas e percebam tudo o que você tem a oferecer, falar o preço de cara é o maior tiro no pé.

Quando você fala de preço, antes de falar sobre valor, tudo o que a pessoa ouve é custo, você perde o controle da ligação. Quando você fala sobre o valor primeiro, o preço passa a ser visto como investimento, e aí as coisas ficam melhores.  O paciente precisa perceber o quanto valiosa é a sua consulta e o quanto você se difere de outros médicos da mesma área.

O que você tem a oferecer ao seu paciente? Pergunte para ele.

Você não precisa saber todos os seus valores e a percepção que os pacientes tem do seu trabalho e atendimento. Converse com ele, entenda por que ele decidiu por você e não pelo seu colega de profissão. Alinhe a resposta do seu paciente com o que você tem e pode oferecer.

Nunca passe o preço ao seu paciente por mensagens, e-mails ou redes sociais. Peça um contato dele, um telefone e ligue. Converse, entenda o motivo de ele querer marcar uma consulta com você. Mostre o seu interesse e fale sobre o seu processo de atendimento e seus diferenciais, daí sim conte o preço. Ele irá perceber isso como valor. Esse processo vale também para sua secretária, ela deve agir da mesma maneira.

Aliás, invista na sua secretária ou recepcionista. Ela é a porta de entrada para o seu paciente e segundo algumas pesquisas responsável pelo maior número de reclamações relacionadas a mal atendimento. Por isso, é preciso que as pessoas que irão ser o seu porta-voz sejam simpáticas, espertas, educadas, prestativas e um restante de outras coisas.

No momento de falar o preço tenha confiança. Evite frases dúbias e com expressões do tipo “para você fica em tanto” ou “o preço costuma ser tanto”. Isso gera dúvidas e desconfiança dos pacientes. Ao falar o preço já pergunte em seguida se o paciente deseja marcar, ou já ofereça um horário disponível. Isso surpreende e aumenta o número de conversões.

Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato conosco pelas redes sociais!